jusbrasil.com.br
7 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Pará TJ-PA - Agravo de Instrumento: AI 003XXXX-78.2002.8.14.0301 BELÉM

há 7 anos

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

2ª CÂMARA CÍVEL ISOLADA

Publicação

22/10/2015

Julgamento

19 de Outubro de 2015

Relator

HELENA PERCILA DE AZEVEDO DORNELLES

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-PA_AI_00352117820028140301_76061.rtf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO EM AGRAVO DE INSTRUMENTO. PROVIMENTO PARCIAL DO JULGADO TÃO SOMENTE PARA SANAR OMISSÃO CONSTATADA COLOCANDO NO PÓLO PASSIVO DA DEMANDA O NOME DOS ADVOGADOS SEBASTIÃO MARTINS DOS SANTOS E JOSÉ CARLOS GOUVEIA ALVES, JUNTAMENTE COM A EMPRESA RONDHEVEA ADMINISTRAÇÃO E PARTICIPAÇÕES LTDA., POR OUTRO LADO, PERSISTE A ILEGITIMIDADE CONSTATADA, EM QUE PESE A INTEGRAÇÃO DO JULGADO, ASSIM SENDO, MANTENHO O MEU POSICIONAMENTO ACERCA DO DIREITO A PERCEPÇÃO DE HONORÁRIOS PROPORCIONAIS AO ADVOGADO QUE ATUOU NA CAUSA, EM ALGUM INSTANTE. RECURSO CONHECIDO E PARCIALMENTE PROVIDO À UNANIMIDADE.
Disponível em: https://tj-pa.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/342457799/agravo-de-instrumento-ai-352117820028140301-belem

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça
Notíciashá 7 anos

Honorários de sucumbência devem ser divididos entre todos os advogados que atuaram na causa